Dicas

Entenda qual é a melhor opção: pagar à vista ou parcelado?

Para comprar um produto caro ou contratar um serviço com custo mais alto, a única saída parece ser o parcelamento. A ideia de dividir o custo em parcelas que cabem no bolso dão uma impressão de maior poder de compra que pode levar a dívidas.

Segundo dados de 2018 do SPC Brasil, 33% dos consumidores não sabiam informar quanto foi a última fatura do cartão. Ou seja, há pouco planejamento financeiro antes de parcelar. 

Parcelar uma compra é sinônimo de endividamento. Se você tem parcelas pendentes, você tem dívidas. No entanto, o parcelamento é uma ótima alternativa para quem tem controle das finanças. Por isso, entenda qual é a melhor forma de pagamento para você.

2 – Se você não tem controle financeiro, compre à vista

A maioria dos brasileiros não faz um controle financeiro de suas receitas, custos fixos e variáveis em uma planilha ou outro método de controle. Por isso, a opção de parcelar para você que não utiliza nenhum controle financeiro pode ser uma armadilha.

Caso você já tenha tido experiências no passado em que parcelou algo e ficou inadimplente, o ideal é pagar à vista. Caso não seja uma opção viável, comece a controlar suas finanças de maneira adequada e coloque na ponta do lápis todas as duas dívidas, para entender se você vai ter dinheiro para pagar as parcelas e por qual período.

Caso o valor da compra seja pequeno, como por exemplo um preço de lente de grau, cujo custo é acessível, vale a pena juntar um pouco e comprar à vista.

2 – Planeje o parcelamento

Conforme foi dito no tópico anterior, pagar à vista nem sempre é uma opção. Portanto, faça seu planejamento financeiro de modo adequado e realize o parcelamento de modo que o valor mensal possa ser pago sem prejuízos financeiros.

Além disso, escolha o melhor período para quitar as parcelas. Elas devem caber no seu bolso e durarem o mínimo possível. Vale a pena pensar em receitas a mais que você vai receber, como um 13º salário para adiantar as parcelas também.

3 – Pesquise em vários locais antes de parcelar

Em geral, a opção de parcelamento é atrativa pelos pequenos custos das parcelas. Um produto caro parece ficar acessível de forma rápida e fácil. No entanto, o problema é que parcelar sem levar em conta o preço final com juros é prejuízo para você.

Por isso, pesquise em lojas online ou em lojas físicas quais são os juros aplicados e quanto será o valor final depois do parcelamento. Dessa forma, você pode escolher a opção mais vantajosa.

4 – Poupe e compra à vista

Se você não está precisando urgentemente de um produto, uma dica valiosa é poupar um dinheiro todo mês paga comprar à vista. Isso livra vocês das parcelas mensais e dos juros abusivos.

Ou então, você pode poupar apenas para dar uma entrada. Isso diminui significativamente o custo das parcelas e o tempo de endividamento.

5 – Economize nos impostos

Em gastos fixos e previstos como impostos sobre moradia e carros, se você antecipar, vai pagar menos. Além disso, o recomendado é guardar um pouco por mês. Dessa forma, você vai ter o valor total de uma forma mais fácil, já que você mesmo está se preparando para o pagamento total aos poucos.